MonatFebruar 2021

Baleia bitcoin de 2010 movimenta 100 BTC pela primeira vez em 11 anos

Os analistas da Blockchain identificaram 100 BTC minerados em junho de 2010 que foram movimentados pela primeira vez hoje.

Um mineiro veterano abriu seu estoque de Bitcoin 2010

Um mineiro veterano abriu seu estoque de Bitcoin Code 2010, com os analistas de criptografia avistando 100 BTC sendo transferidos de duas carteiras que haviam ficado adormecidas por mais de uma década.

Antes da transação de hoje, os endereços não tinham visto nenhuma atividade desde que receberam uma recompensa de 50 BTC Coinbase cada um há quase 11 anos, exceto por duas transações de entrada no valor de apenas 0,00000547 BTC cada uma que foram enviadas para as carteiras nos últimos seis meses.

A transação de 25 de fevereiro combinou as duas saídas de endereços de mineração, indicando que ambos os endereços pertencem ao mesmo proprietário. Os dois blocos foram minerados com apenas algumas horas de intervalo em 10 de junho de 2010.

Bitcoin está sendo negociado atualmente por $49.800, dando às moedas um valor combinado de quase $5 milhões. Com o BTC negociando por $0,08 quando as moedas foram cunhadas, o valor das baleias aumentou em 622.500 vezes.

Algumas moedas antigas foram movimentadas hoje (100 BTC a partir de junho de 2010).

É muito raro ver as moedas de bitcoins da era pré-GPU se movimentarem, isso só aconteceu dezenas de vezes nos últimos anos.

E não, provavelmente não é Satoshi.

Que está em operação desde 2011

Cerca da metade das moedas foi movida para uma carteira pertencente ao Bitcoin.de, que está em operação desde 2011. Por enquanto, as moedas restantes estão sentadas em um endereço antigo recém-criado.

Altos trocados como Bitcoin Cash (BCH) e Bitcoin SV (BSV) ainda não foram descascados do BTC.

As moedas, cunhadas nos blocos 60365 e 60385, dificilmente pertencerão a Satoshi Nakamoto, que se sugere ter cunhado pelo menos 1,1 milhão de BTC.

O movimento das moedas da era 2010 é uma ocorrência incomum, com os pesquisadores identificando apenas 18 transações envolvendo BTC com entradas de julho de 2010 ou antes, em 2021, até agora.

Em maio de 2020, 50 Bitcoin se moveram de um endereço de mineração de 2009, desencadeando especulações animadas de que o BTC poderia ter pertencido à Satoshi.

Police seize Bitcoin for $ 70 million – but where is the password?

Many people value Bitcoin primarily because of its decentralization and the anonymity that goes with it.

A recent example from Germany once again makes it clear that this can also have disadvantages and dangers

The German police recently sentenced a man for installing malicious software on other computers, which then mined Bitcoin and transferred it to the hacker’s crypto wallet. Prosecutors confiscated over $ 70 million worth of Bitcoin. The only problem with the matter: Neither the police nor the public prosecutor’s office have access to the said Bitcoin.

Because the fraudster does not reveal the password of the wallet and thus deprives the confiscated Bitcoin of its value. He was sentenced to two years in prison. Public prosecutor Sebastian Murer told Reuters on February 5, 2021 :

We asked him for the password, but he didn’t tell us. Maybe he doesn’t know

The news agency also reported that the prosecution subsequently ensured that the convicted person no longer had access to the BTC wallet. Since the convicted person is very likely the only person to whom the access data is known, it can be assumed that the 1,700 BTC can be regarded as lost.

It’s not the first time Bitcoin has been lost. The New York Times published a current statistic from January 2021 in this regard. This shows that around 20 percent of all Bitcoin have already been lost. It happens again and again that people simply forget the passwords for their crypto walltes or can no longer find them. It was the same with Stefan Thomas, who owned over 7,000 Bitcoins before he lost access to his wallet. As of today (February 9, 2021), Bitcoin is worth over $ 300 million. BTC ECHO reported on the case at the time.